sábado, 14 de novembro de 2009

AS SANDÁLIAS DO EVANGELHO DA PAZ




“Vistam toda a armadura de Deus, para poderem ficar firmes contra as ciladas do diabo, (...) mantenham-se firmes (...) calçados os pés na preparação do evangelho da paz; (Efésios 6: 11-15)

Poucos sabem, mas é no dia mau que experimentamos as maiores lições que nos deixam firmes, inabaláveis. Paulo escreveu mais da metade do Novo Testamento, e uma boa parte escreveu estando preso injustamente.
“E, logo que chegamos a Roma, o centurião entregou os presos ao capitão da guarda; mas a Paulo se lhe permitiu morar por sua conta à parte, com o soldado que o guardava.” (Atos 28:16)
Talvez observando este soldado Paulo produziu este ensino tão conhecido no nosso meio – A ARMADURA DE DEUS.
Vamos pensar na parte que era necessária para revestirmos os pés: as sandálias do evangelho da Paz. Os pés, geralmente, na Bíblia se associam à pregação do evangelho:
“Quão formosos são, sobre os montes, os pés do que anuncia as boas novas, que faz ouvir a paz, do que anuncia o bem, que faz ouvir a salvação, do que diz a Sião: O teu Deus reina!” (Isaías 52:7)
Entendendo que os pés simbolizam a pregação do evangelho, o que o apóstolo Paulo quis dizer com Evangelho da Paz?
Em Colossences 1:20 Paulo afirma: “E que, havendo por ele feito a paz pelo sangue da sua cruz, por meio dele reconciliasse consigo mesmo todas as coisas, tanto as que estão na terra, como as que estão nos céus.”
Ter feito a paz significa que não havia a paz. Havia inimizade entre o homem e Deus; e em Jesus haveria a reconciliação da terra com o céu.
Devemos pregar o evangelho da paz – o evangelho da reconciliação. Calce as sandálias do evangelho da Paz. O céu não está separado da terra. Deus não está inacessível ao homem. Jesus fez a paz que não havia pelo seu sangue.
Dê oportunidade de um incrédulo crer e se converter através do evangelho da Paz. Fale com quem você ainda não falou. Calce suas sandálias!